Mostrando postagens com marcador Rascunho. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Rascunho. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

IN CENA


IN CENA


Muitos atores
em um teatro vazio.
A Esperança é
Merda in cena.


OZEAS CB RAMOS

sexta-feira, 1 de janeiro de 2016

#POEMA



#poema


Que um poema te encontre
E te faça feliz!

Agora vá...
Pois pé que não anda não leva topadas. 


OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br

sábado, 26 de dezembro de 2015

O QUE TE APETECE OS SENTIDOS?



CAMISAS, PERFUMES E LIVROS.

Meus três desejos infinitos.

As camisas manga pólo, de preferência um número acima, folgada e gostosa de vestir. Sem apertar...
Os perfumes com boa fixação. Sou amante dos cheiros. O que nem sempre se traduz preço alto. O melhor perfume é não precisar repetir diariamente...
Quanto aos livros...
Leio (quase) tudo. Melhor companhia (como dizem no interior - quasemente) não há...
Entre estar na rua, certas horas, prefiro usar esse tempo com um livro na mão em meu canto. Passo da hora de comer. Esqueço o tempo...
Consigo ler mais de um de modo simultâneo. Seja um pela manhã e outro a noite. Faço em leitura dinâmica ou vagarosamente, porém, não repito leituras.
Desses três desejos permanentes, posso apenas abrir mão do primeiro.

E você?

O que te apetece os sentidos?






OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

ANTIGAMENTE, EDUCAÇÃO ERA DE BERÇO



ANTIGAMENTE, EDUCAÇÃO ERA DE BERÇO


Semana passada uma criança de 2 anos, isso mesmo dois anos, recusou usar o cinto de segurança em um avião que faria a rota Brasília-São Paulo. A partida ficou com um atraso de 45 minutos até que ela, uma irmã e seus pais desceram da aeronave...


Hoje é assim. Uma criança paralisa a vida de uma centena por causa do "direito" de dar sua birra.

No passado...

(É por isso que eu digo que a minha educação é de berço. Isso! De berço, ou de uma parte dele - de uma vareta do lastro!)

Em uma situação como essa narrada...
  1. Começava com um olhar daqueles que já te deixaria cabreiro. Era o chamado "rabo de olho". Só um olhar e já dava um freio de arrumação.
  2. Se não resolvesse, tomaria um "quéta" pelas pernas. Esse tapinha, hoje condenado por lei, deixava uma impressão em 3D dos dedos na parte atingida. Doía suficiente por umas duas horas...
  3. Se persistisse a birra um beliscão arranca pele e um cochicho de pé de ouvido:
    - ponha essa merda, sente e fique quieto antes que a coisa piore para seu lado.
    E, bem antes que as lágrimas e o choro surgissem...
  4. E "engula" o choro! Quando chegar em casa nós vamos nos acertar...
Mermão, o birrento paralisava!
O avião poderia seguir para a Europa que o caboclo nem sonharia em se mexer...

Para pensar...
Entre os exageros (violência) do passado e esse estado em que os pais ficam reféns.

Definitivamente, não está fácil ser pai...


OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

O LIVRO ACABOU

O LIVRO ACABOU

Podem estudar, cientificar, psicologizar e a pwrr@... Quando termino a leitura de um livro bom eu fico P da vida. Dá uma sensação de... de sei lá!
Que dura até começar a ler outro.
Aí passa...
Será muito grave???



OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966


domingo, 20 de dezembro de 2015

PENSAMENTO

Na solitude encontrei você.
E com você, mais que cafés quentes, livros abertos e abraços apertados.


OZEAS CB RAMOS


quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

SUGESTÃO PARA VENCER A CRISE



SUGESTÃO PARA VENCER A CRISE


Não está fácil para ninguém. Para todo lado tem gente atingido e reclamando dessa crise em nossos país. Aqui, para mim, não está diferente.
Olhem só.
Como a gema em um dia, a clara em outro. E a casca? Nada de jogar fora. Bato e faço farinha!

É isso aí...É guerra!!!


OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

HOMO ERECTUS



O poema do (maluco beleza) Marcelino Freire é provocador e cumpre um papel de fazer pensar nas notícias do cotidiano...


HOMO ERECTUS

Marcelino Freire


Sabe o Homem que encontraram no gelo?
Encontraram no gelo da Prússia? Enrolado?
Os arqueólogos encontraram no gelo gelado da Prússia?
Perto das colinas calcáreas da Prússia?
O Homem feito um feto gelado, com sua vara de pesca?

Sabe o Homem que encontraram? Com seu machado de pedra?
O Homem que tinha cabeleira intacta? A arcada dentária?
O Homem meio macaco? Funerário? Fossilizado na encosta que o engoliu? No tempo perdido? Você viu?

Tetravô dos mamíferos do Brasil? O Homem vestígio?
O Homem engolido pela terra primitiva? Da Era Quaternária, não sei? Secundária?
Que caçava avestruz sem plumas? Caçava o cervo turfeiras? Javali e mastedonte?
Ia aos mares fisgar celacanto? Rinoceronte?
Sabe deste Homem?

Irmão do Homem de Piltdown?
Primo do Homem de Neandertal?
Do velho Cro-Magnon?
Do Homem de Mauer? Dos Incas, até?
Dos Filhos do Sol?
Das tribos da Guiné?

O Homem de 100 mil anos antes de nossa era? Ou mais? Um milhão de eras?

Homem com mandíbula de chimpanzé?
Parecido o mais terrível dos répteis carnívoros do Cretáceo?
Um mistério maior que este mistério?
Navegador de jacaré? Não sabe?

Homem desenterrado por acaso? Pelos viajantes, por acaso?
Pela Paleontologia, não sabe?
Visto nas costelas frias da Prússia, repito? Prússia renana, vá saber lá o que é isso?
O Homem ressuscitado, você viu na TV?

De ossos miúdos? Esmiuçados?
Abertos para estudo? À visitação nos museus americanos?
Como uma múmia sem roupa?
Quase?

Flagrada como se estivesse dormindo nas profundezas do mundo oceânico?
O Homem embrionário?
Das origens cavernosas da Humanidade?

Sabe este Homem, não sabe?

Pintado nas cavernas da Dordonha?
Mesolítico?
Nômade?
Perdido?

Este Homem dava o cu para outros homens...
E ninguém, até então, tinha nada a ver com isso.

segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

BRASILEIRAS, BRASILEIROS



#‎POLÍTICA‬

É como um balé, uma dança bem ensaiada... Ameaçam, acusam, se defendem, parece que vão, não vão, questão de ordem, desordem, decidem, voltam atrás... E nesse jogo eles já empurraram para 2016 tudo que era importante para o país. Virá: recessos, pautas trancadas, novos discursos, novos recursos. O primeiro trimestre nada trará de novo, e todos manterão seus status enquanto o povo ó...


E a única coisa que faremos diante dos pronunciamentos de fim de ano, quando virão desejos de boas festas, será o famigerado panelaço...


Entre os poderes a brincadeira parece essa: Cantiga de roda.


"Três, três passará derradeiro ficará boi vaqueiro, boi vaqueiro da licença eu passar com meus filhos pequeninos para acabar de criar".




OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

UM MONTE DE BOSTA COM UM BESTA NO MEIO


Esse país está se transformando na República Federativa da Zona Livre dos Chifres Arreados! Uma conjuração dos infernos alinhou em nosso tempo essas preciosidades únicas:
Renan - Cunha - Aécio - Dilma - Temer - Marina - Ciro.

Acompanhei Online a Câmara votando pela chapa que analisaria o impedimento da presidenta. Quebra urnas, baderna, ofensas...

Eu queria criticar o STF, o STE, mas olhando para essa gente, tem como um juiz ser sério? Um colegiado ser sério?

Um monte de bosta com um besta no meio: O povo!


OZEAS CB RAMOS


Sem ofensas, ARREAR:
V. Pôr arreios em...

FILOSOFIA DE ALMANAQUE


FILOSOFIA DE ALMANAQUE



Se a pessoa com quem você compartilha seu mundo, traz e deixa próximo a você uma xícara com café enquanto você lê um livro integralmente concentrado, e sai sem dizer uma palavra...
Véi! Essa pessoa te ama MUITO!


Porém, se retornar trazendo uma barra de chocolate, repetir o gesto deixando a seu lado sem nada reclamar, pedir, etc...

Pare essa p#rr@ de leitura! As intenções podem não ser as piores...



terça-feira, 8 de dezembro de 2015

A VIDA É SONHO - La Barca


A VIDA É SONHO - Pedro Calderón de la Barca

"A Vida é Sonho é uma peça teatral do dramaturgo e poeta espanhol Pedro Calderón de la Barca. O texto narra as aventuras de Segismundo, filho renegado de Basílio, rei da Polônia que ao nascer é trancado em uma torre".



É certo; então reprimamos
esta fera condição,
esta fúria, esta ambição,
pois pode ser que sonhemos;
e o faremos, pois estamos
em mundo tão singular
que o viver é só sonhar
e a vida ao fim nos imponha
que o homem que vive, sonha
o que é, até despertar.


Sonha o rei que é rei, e segue
com esse engano mandando,
resolvendo e governando.
E os aplausos que recebe,
Vazios, no vento escreve;
e em cinzas a sua sorte
a morte talha de um corte.
E há quem queira reinar
vendo que há de despertar
no negro sonho da morte?

Sonha o rico sua riqueza
que trabalhos lhe oferece;
sonha o pobre que padece
sua miséria e pobreza;
sonha o que o triunfo preza,
sonha o que luta e pretende,
sonha o que agrava e ofende
e no mundo, em conclusão,
todos sonham o que são,
no entanto ninguém entende.

Eu sonho que estou aqui
de correntes carregado
e sonhei que em outro estado
mais lisonjeiro me vi.
Que é a vida? Um frenesi.
Que é a vida? Uma ilusão,
uma sombra, uma ficção;
o maior bem é tristonho,
porque toda a vida é sonho
e os sonhos, sonhos são.

domingo, 6 de dezembro de 2015

INÚTIL VIVER ASSIM

INÚTIL VIVER ASSIM


loucura absurda intemporal
em tempo de muitos loucos
muitos se matam para terem tudo
alguns morrem de fome e nada
nada muda... só endereços.

em fila colocam o dedo na ferida
do buraco do outro próximo
nu outro buraco
que é o próximo depois de si
do ser que imbele em si.

inútil viver assim
sem ver, sem sentir
descerebrado sem raiz
cujo pão não vem do chão
querendo ruminar um fim.

OZEAS CB RAMOS
www.facebook.com/rascunho1966

sábado, 5 de dezembro de 2015

CRISE POLÍTICA - IMPEDIMENTO JÁ.


CRISE POLÍTICA

O presidente da Câmara está sofrendo risco de (até) ser cassado no Conselho de Ética porque mentiu em uma CPI e não por supostas irregularidades em conta na Suíça.
Pois bem.

Quando assunto é o impedimento da presidenta, que também mentiu em 2014 a toda a nação sobre a realidade do estado, em especial as contas, isso não é levado em consideração pela turminha do vermelhão... Quanta gente, se soubesse da verdade em que o país se encontrava aquela época, teria dado destino diferente a seu voto... (Sorte do Aécio que herdaria uma chapa quente para administrar).

Acrescente-se as (chamadas) pedaladas Fiscais. Cuja alegação da defesa é que todos cometem ou cometeram, a despeito da lei de responsabilidade fiscal.

Não cumprir a meta fiscal em 2015 e terminar o ano com um rombo astronômico nas contas públicas. Aqui a culpa é do mercado, e coisa e tal...

É por esses e outros motivos, maucaratismo e incompetência desse DESgoverno, que ao longo dos últimos meses comprovou a sua marca através de seus aliados membros do partido, os quais uma parte da liderança, ou estão presos ou respondendo a investigações e inquéritos de toda natureza.

Eu tenho pago essa conta. E eu não aguento mais...

IMPEDIMENTO SIM! URGENTE!
Nosso país precisa voltar ao rumo. E eu não suporto esperar 2018 para que isso aconteça.

IMPEACHMENT JÁ!
Golpe é manter essa turma (termo brando) na perpetuação do poder.


OZEAS CB RAMOS

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

ALIENAÇÃO


ALIENAÇÃO

Segundo Aurélio Eletrônico:
4. Falta de consciência dos problemas políticos e sociais.

Segundo DICIO online:
Desinteresse por questões políticas ou sociais: alienação política.

Lá no planeta Terra, agora, tem um país chamado Brasil que está em pavorosa. A democracia avacalhada pelos líderes de seus principais poderes e instituições democráticas, que são acusados e/ou respondem a investigação criminal por toda sorte de desmandos tais como: corrupção, formação de quadrilha, enriquecimento ilícito, quebra de decoros, improbidades, incompetências, etc, etc, etc.


Povo estranho! Eles agem como se não fosse com eles e/ou não lhes afetasse o que fazem seus líderes e governantes. Usam um recurso que chamam de rede social em que exibem as suas vidas felizes e prósperas.
Parece que o que é importante será fazer as compras de natal e sair de férias...
Vale lembrar que a maioria até acredita que vai para o céu! Talvez seja isso. Não careçam de tanta preocupação e engajamento em questões políticas.
Deve ser...

(Sem ofender. Apenas para pensar.
Quem se omite, referenda a bagaceira política atual).


OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

VEM PRA CÁ


VEM PRA CÁ

Vem cá
Como fuxico e alinhavo
Entrelaçam-se e unem
e ouve as minhas andanças,
tagarelices e estórias sem fim.
Dá-me a mão
Enquanto refestelas e apaziguas
Os teus queixumes em meu ombro!
Deixa-te quietar
Como dantes na barra das marés
No sacudir das ondas
Víamos infinitos horizontes
e em aviões de papel podíamos sonhar.
Eu aqui!
E tu, por onde andarás?
Vem pra cá!

OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

A VIDA ANDA CHATA e cheia de mimimi


A VIDA ANDA CHATA

Ou como dizem por aí - cheia de mimimi.

Está cada vez mais complicado e chato viver essa moda do "politicamente correto" que entre tantas coisas incluem a "histeria de gênero" (leiam Pondé no Folha).

É como se pensassem assim:
Tudo dantes no país de Abrantes está errado. É preciso e urgente dar visibilidade e liberdade de expressão a TUDO que é minoritário para que a humanidade inteira possa então ser feliz, completa, evoluída e IGUAL.

Não discordo da necessidade de entender, aceitar e incluir as diferenças. Também não discordo da urgente importância da educação para que vejamos o outro de uma maneira mais humana, branda e receptiva. Agora (PAREM AS MÁQUINAS) acreditar que na marra essas mudanças ocorrerão e phod@am-se os contrários é dar munição aos sonaros, cianos, etc, e aumentar a resistência. E essa birra generalizada está “dando nos nervos”... até o ursinho Pooh é fêmea!, como se essa “descoberta” abrisse os olhos para a questão do gênero.

A histeria, e eu concordo com o termo usado por Pondé citado acima, ocorre quando ao extremo, em falando da questão do gênero, criam-se filhXs (olha o medo? X=filhos/filhas) como não reconhecendo a genitália (eu sei, muitas possibilidades entre as pernas com mutações, etc...) e deixando o rebentX (o/a) viver uma vida INdefinida até que esse possa definir qual gênero mais lhe apetece, é no mínimo EXAGERADA.

(Não me venham culpando a esquerda (mundial) como tendo um projeto de desvalorização dos conceitos milenares da família, blá blá blá).

O tempo é outro. Um novo momento. Mas está uma forçação de barra do c@r@lhw. Não aceitar, não entender, não compactuar é sinal de doença. Ser conservador é erro muito grave, é ser retrógrado, reacionário, ultrapassado, é estar na contramão da história. Os meninXs que antes eram oprimidos, agora transformam-se em opressores.  Fazem como disse certo técnico “vocês vão ter que me engolir”. E não é bem assim que a banda toca. Tá uma confusão do diabo!

Necessário entendimento!
Urge entender toda a problemática envolvida em torno desses e de outros temas, como bullying, aborto, feminismo, casamentos, famílias, laicidade, gênero e suas implicações no dia a dia.

No passado, a humanidade esqueceu de escrever na porta: Entre sem bater. Agora sem uma placa alguns arrombam a porta. Nem abrem, nem batem antes. Apenas querem por abaixo.

A porta existe. O outro existe. Precisa ser respeitado, aceito como ele é e incluído. O conservador também existe e igualmente precisa ser respeitado. E vai coexistir o modernX e o conservador. As diferenças sempre existirão. Não dá nem para suportar uma vida a ser vivida sem o contraditório. Ou aprendemos a respeitar ou não seremos respeitados. O conservador precisa levantar-se e ir à porta para abri-la. O modernX precisa entender que atrás da porta também existe um ser humano e que a porta não precisa ser derrubada.

Educação, inclusão, respeito, diálogo. Porém sem mimimi...

Aguardo a sua opinião!



OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

segunda-feira, 30 de novembro de 2015

DESEJO


Desejo
Que você se encontre
Em um olhar
Que ao te olhar
Não precise as palavras
Tão somente
Sorria!

OZEAS CB RAMOS
www.facebook.com/rascunho1966

domingo, 29 de novembro de 2015

SOZINHO? DICAS COMO ARRUMAR UM (A) COMPANHIA.



SOZINHO?


DICAS COMO ARRUMAR UM (A) COMPANHIA.


Está sozinho (a)? Puts... Sei quanto isso pode ser chato. Ainda mais quando você é convidado para sair com os amigos e os (as) infelizes estão todos (as) acompanhados de seus pares afetivos. É bem aí que a coisa pega...
Tenho uma dica. E funciona!

Arrume-se como se fosse "sair para caçar". Use aquela roupa que você mesmo, ao se olhar no espelho, fica entusiasmado. Aquela que afaga e alimenta certo grau em seu velado lado oculto narcisista. Afinal, você foi “catequizado” nos últimos tempos a “amar a si mesmo”...

Lembre que se for uma roupa leve você ficará mais confortável e, portanto, mais à vontade. A aparência conta e você logo perceberá quanto. Como dizem, é a alma do negócio.
Um dos lugares que você deve ir, em minha sugestão, deve ser uma livraria. Isso mesmo! Numa livraria dessas muitas que encontramos em shoppings centers. Vai encontrar no mínimo duas das grandes. Passe de largo apenas para ver qual das duas parece ter maior movimento. Em dias de crise, sabe como é, uma promoção atrai muita gente; o que aumenta as suas chances...

Definida a mais movimentada, não entre de primeira. Sinta o clima. Respire. Inspire-se. Pare na porta principal. Fique ali por alguns minutos. Trará confiança ter a visão total do ambiente; o máximo que conseguir ver já estará de bom tamanho. Haja como uma estrela de primeira, imponente, altivo (a) e que espera como tal ver e ser visto por quase todos ali. Esse tempo à frente é de extrema importância para o sucesso da investida. Não menospreze e se deixe perceber...

Entre vagarosamente. Nada de modos abruptos como se uma timidez agonizante lhe tirasse a paz numa hora dessa. Pacientemente avance olhando para os lados. Seu primeiro obstáculo estará logo à frente. Uma enorme pilha de livros, DVDs, etc, em destaque. Inevitável, passe por ela, circunde-a e detenha-se mais uma vez. Dobre o tempo em relação à parada anterior. Olhe o que está posto, pois as demais pessoas que estarão igualmente por ali foram atraídas pela apresentação da mesa. Logo, faz parte desse jogo de seduções ficarem algum tempo diante dela. Com esse pequeno treino você estará em condições de pegar algum livro. Eles sempre chamam atenção pela apresentação, pela capa, pelos cartazes expostos para atrair, pelo preço convidativo e porque outros também foram atraídos. O que traz algo em comum; uma necessidade encontrar coisas em comum, pois abrem perspectivas para ambos.

Procure demonstrar que você e todo aquele ambiente são como unha e carne. Vocês se completam desde sempre... Isso transmite confiança sem exacerbação. E confiança é tudo!
Folhei o escolhido e ao mesmo tempo olhe em derredor; faça com movimentos leves, entre a verificação da obra em suas mãos, delicadamente manuseada e esse olhar periférico. Repita de três a quatro vezes esse processo. Veja e se permita ser visto. Essa é a tática aqui.

Enquanto folheia observe para que lado a maioria segue. Você deve acompanhar o que diz uma amiga: “Siga o fluxo”. Isso. Vamos lá...
Gente interessante encontra-se nesse ambiente, e é, para onde você deve ir em seguida. Passos firme, determinados, como quem é parte desse universo “todo” e que se integra facilmente. Alvos ou possíveis alvos já podem ser definidos nesse caminhar. Aproxime-se. Haverá outras pilhas de livros, ou estantes com um monte deles...

Caso ocorra algum olhar direcionado para você, trate de disfarçar. Nada de permitir uma chegada logo assim, direta, instantânea. Valorize-se! Faça “doce”. Mas deixe que “a coisa” flua naturalmente. Permita-se ser abordado (a) ou tome você uma iniciativa. Por isso é importante pegar um livro destacado, correr por entre as suas páginas. Tudo isso faz parte do misancene dela vita.

Peça licença se ocorreu algum contato ainda que visual ou com troca de palavras rápidas. Volte-se para o lado oposto de onde está e ainda lá encontrará mais livros e mais gente. Mantenha seu olhar focado. Só aumente os contatos tantos visuais quanto com conversações. Amplie seu horizonte. Faça contatos de primeiro grau! E se rolar permita ser abduzido (a).

Todo esse tempo no interior da livraria, que deve ficar em torno de trinta a quarenta e cinco minutos, o que pode sim incluir ir ao café provar um cappuccino ou um expresso, é o suficiente para que tenham ocorrido trocas de toda natureza. Você viu e foi visto (a). Desejou e foi desejado (a). Trocou olhares sinceros, ouviu perguntas, deu respostas, fez perguntas, pensou coisas e possibilidades. É a hora do gran finale: decidir! Chegar ou não ao finalmente.

Se você foi seduzido (a) deixe-se ser levado (a). Simplesmente não resista e experimente o próximo passo. Se você seduziu e percebeu retorno nesse flerte tome a iniciativa e vá em frente.
Toque mais uma vez. Sinta-o. Deseje-o. Agora é a hora do toque, do sentir mais de perto e sem a necessidade de olhar em derredor. A coisa já está meio encaminhada. Se mais de um atraiu a sua atenção, permita contatos simultâneos. Consuma mais alguns minutos nessa etapa. Ela será decisiva para o sucesso de sua empreitada. Você está quase lá!

Quando houver a percepção que uma decisão pode ser arriscada, não titubei. Pegue em suas mãos, segure-o como sendo o único no mundo a experimentar essa deliciosa sensação e dirija-se ao caixa. Pago, exiba seu novo companheiro (a) para o mundo e a sua felicidade por tê-lo encontrado. Fotografe-o, posteo em suas redes sociais. Abra o verbo descrevendo as qualidades do companheiro (a) com extravagantes adjetivos: mega, top, etc.

Pelos próximos dias e horas você não estará mais só. Um bom livro lhe fará a companhia que nenhuma pessoa será capaz de oferecer. Risos, diálogos sinceros e inteligentes, viagens e passeios deliciosos, um relaxamento prazeroso semelhante a um gozo!

Em síntese é isso. Creia! Dá certo. Basta seguir a dica conforme acima.

OZEAS CB RAMOS
Imagem da Net.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...