terça-feira, 10 de maio de 2016

O JUMENTO E AS MINHAS ANDANÇAS



O JUMENTO E AS MINHAS ANDANÇAS.

(o jumento é nosso irmão - disse Luiz Gonzaga).


Não tem animal com a natureza mais marrenta que o jumento. O troço quando empaca... Além do que, quando ele quer, é coice na certa.

Diz-se de alguns seres humanos: Parece um jumento. Só em poucos casos essa alcunha traz alguma satisfação... Na maioria das vezes pretende-se dizer que a alma ali categorizada é de uma natureza insuportável. Nesse particular já coube a mim ser denominado de jumento...

Jumento comumente chamado de jegue, está presente em todo esse nordestão... de ponta a ponta. Nas minhas andanças por aí não faltam crônicas e lembranças.

Vamos ver algumas?

Viajando de Xique-Xique para Barra (ambas cidades na Bahia) embarcado numa Rural que seguia caminhos tortuosos na mata seca, sem uma estrada propriamente dita, lá pelas tantas, dois caboclos dos muitos ali sentados resolveram animar a viagem cansativa e causticante: apostaram cervejas e refrigerantes ao vencedor que contasse mais jumentos pelo caminho; cada um deles contaria os animais que encontrasse do lado em que estava sentado. Em pouco tempo a molecagem já ocupava a todos os passageiros. O tempo passou, chegamos ao destino, e todos vencedores contadores de jumento beberam juntos o justo prêmio.

Ainda moço (êta tempo baum!) fomos parar na cidade de Serrinha-BA. Em um bar provando da água que passarinho não bebe tivemos que desistir de uma aposta: havia uma teimosia dos locais que na cidade ocorria uma corrida de jumentos que seriam mais velozes que muitos cavalos. É; não é; vamos apostar; risadas debochadas; vocês duvidam; nós acreditamos somente não apostamos. Não ficamos para ver a bendita corrida e até levamos um corre da turma da cidade por digamos, inoportunos encontros com as donzelas moças em detrimento de seus pretensos pretendentes...

Mais recente, nas estradas do Piauí, terra que encontrei muitos animais soltos provocando sustos e em alguns casos acidentes nada agradáveis. Por sorte, com um misto de competência ao volante, nunca me envolvi em um evento mais sinistro. Pelo Maranhão as carroças puxadas por jumentos de todo porte, fazem serviços a custo baixo e sustentam a muitos carroceiros e suas famílias.

Todas lembranças são boas menos uma.
Na roça lá para as bandas de Itaberaba-BA, havia necessidade de ir buscar água nas presas (reservatório de água). De lata em lata levaria uma semana para abastecer algumas dornas na casa. Na propriedade havia um jumento. O aparentemente tranquilo Jeremias. Nome "bunito" para um senhor ainda vigoroso. Com a ajuda de um dos locais, selei o dito com a cangalha que permitiria trazer quatro talhas de madeira.

Na saída um aviso que eu não dei muito crédito: Ele vai bem tranquilo, mas na volta após passar pela cancela ele aperta o passo... Tenha cuidado!

O caminhar do jumento Jeremias não deixava dúvidas. Ele seguia tranquilamente. A montaria era agradável e pude passar por algumas casas saudando os conhecidos até que cheguei ao destino. Abastecida as talhas retomamos caminho de casa. Ao passar na cancela e já esquecido do tenebroso aviso, a infelicidade do Jeremias aperta o passo e dana correr. O chapéu na cabeça do intrépido e hábil cavaleiro voa e a coisa fica assim tipo sem controle. Já ouviu dizer de carro que quebrou a barra de direção? Lembra do acidente do Senna? Eu me senti assim: passageiro sem controle algum. Coube tranquilizar e esperar que os freios automáticos do animal funcionassem a seu tempo.

Nessa espera pelo longo percurso da cancela até a porta da casa um grito ainda causa controvérsia: "Segura Peão". Eu gritei isso mesmo, mas alguns deles, que riam debochadamente pois já esperavam um final mais dramático com uma possível queda do cidadão que vos narra esse causo, juram em unanime opinião que eu gritei: "Socorro Tuca"!

A controvérsia quanto ao grito ainda perdura, mas o final foi tranquilo e sem novos sobressaltos. Eu porém completei as viagens carregando uma lata d'água da cabeça!

Não sei que fim teve o jegue Jeremias. Ainda hoje eu repito: Segura peão!!!


.

BLOG
RASCUNHO1966
www.rascunho1966.blogspot.com.br
VISITE - CURTA - COMENTE - COMPARTILHE
.

GRUPO PÚBLICO
CRÔNICAS NORDESTINAS
https://www.facebook.com/groups/cronicasnordestinas/
VISITE - CURTA - COMENTE - COMPARTILHE

Nenhum comentário:

Postar um comentário


SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.
Aproveite e veja também outras postagens desse BLOG.
Obrigado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...