sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

DESEJO UM VERSO NU

video


DESEJO UM VERSO NU


Um poema com métrica
É como uma canção
Em que a música precede a letra
Ritmada por um compasso...
Tem esquadro.

Como uma alma
Que depois de parida
Recebe um corpo.
Tem escopo.

Ou ainda:
Roupa feita de encomenda
por um alfaiate.
Ah! Não me enfade...

Quero versos livres
Sem princípios, meios
e afins.

Que diga o que você conseguir
Ouvir... Sentir... Ou viver...

Desejo um verso nu!
Sem antíteses, sem sínteses.

Que não se encerre em si!
E que de mim não tenha dó.

OZEAS CB RAMOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário


SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.
Aproveite e veja também outras postagens desse BLOG.
Obrigado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...