domingo, 25 de outubro de 2015

LEMBRANÇAS


Lembranças valem à pena quando elas carregam a alma com leveza. São essas que trazem felicidade mesmo quando chegam impregnadas com saudade. E saudade amigo, na maior parte das vezes, dói. A desgraçada sabe onde tocar... A boa lembrança dribla essa causa-dor.

Eu vivo assaltado com algumas lembranças. Por exemplo:

Lembro do cheiro da comida de minha avó (paterna) falecida há quase 40 anos (tempo seu desgraçado cruel...).

Ela fazia peito cozido (carne bovina) que hoje fica chique só em chamar de carne de panela. O peito era comprado com a gordura nada de chiqueresas em nome da saúde ou da boa forma. Ela deixava uma "graxa"  pois era preparada com óleo ou banha de porco.

Vó fazia meu prato (troço que gosto até hoje - PF). Eu despejava café, jogava farinha (farinha tipo farinha boa de nossa terra, baiana, viu Rouse?!) e fazia pirão de café. Aquela gordura, os bolos de comida feitos na mão (comia de mão! e daí? - pesquise no Google - comer de mão!!!)... Hummmm.

Hoje nem sei se gostava mais da comida do que hoje gosto dessa lembrança da véa com pimenta na venta...
Tenho a nítida sensação do cheiro e do gosto!!! Como se não houvesse interrupção nesses anos e como se tudo isso estivesse ainda à minha frente.

...
Embora eu coma de tudo não curto a comida de restaurante. Para comer uma comida deliciosa é preciso muitas notas de real. É raro um bom prato por um preço mais justo.

Sendo assim, sabe quando eu comerei algo melhor? NUNCA MAIS!!!


OZEAS CB RAMOS

Um comentário:


SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.
Aproveite e veja também outras postagens desse BLOG.
Obrigado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...