quarta-feira, 30 de setembro de 2015

ESTAMOS LENDO - O PEQUENO PRÍNCIPE

Estamos lendo O pequeno príncipe - Antoine de Saint-Exupéry. Quando a mágica acontece e a estória se confunde com a história...


domingo, 13 de setembro de 2015

VAMOS PRA MESA!



Para que eu vim me esconder (=morar) num cafofo (=casa) que tem um galinheiro numa casa aqui ao lado?

A madrugada finda (preguiçosa), eu acordo, sou inundado (=exagero poético) pelo canto dos pássaros e pela agonia das galinhas com a cloaca apertada...

Uma cabocla linda igualmente acordada me convida virtualmente para um café. Promete cuscuz! Tua sorte (pensei) é que tu estás longe... Senão bateria à tua porta.

Assim eu lembro (tom nostálgico - põe NOSTALGIA nisso...!) de ovos fritos na manteiga; do leite de vaca ainda aquecido recém coletado; do prato com requeijão fresco e uma faca estrategicamente me olhando...; do pão comprado há dois dias na cidade agora aquecido pela chapa quente do fogão a lenha cujas brasas e labaredas aquecem e iluminam ao mesmo tempo; da água do café fervendo e já em bolhas saltando no velho bule; do cheirinho desse café sendo passado e se misturando ao cheiro (delicioso) do cuscuz de milho, cuja massa eu nunca via sendo molhada; do friozinho insistente da manhã que aguarda os primeiros raios do sol; do mugido das vacas e bois que aguardam serem liberados para a pastagem; da conversa fiada em tom solene de segredo sacrossanto que corre à toda ao pé do fogão...

Saía no sereno para fazer uma de minhas mais apreciadas manias quando na roça: mijar (=urinar)no mato, ao vento, olhando o céu para descobrir se as nuvens anunciavam chuva para aquele dia, enquanto a terra era molhada ali mesmo...

Nessa hora o tempo parava! E só retomava seu curso natural quando eu ouvia as palavras mágicas:

- Tá pronto. Vamos pra mesa!!!

HHHuuuuuummmmmmmmmmmm!!!...



RASCUNHO1966
VISITE - CURTA - COMENTE - COMPARTILHE

sábado, 12 de setembro de 2015

VEM AMOR


Antes, bem antes do nascer do sol
meu pensamento já busca por você...
É cedo quando percorro os horizontes.

Ainda é madrugada quando a lembrança de ti
Anima a minha alma e remove as densas trevas
de uma noite sem fim.
E passo o dia a esperar por tua apoteótica chegada!

Agora vem amor (apressurada), vem amor meu e sê,
(com a luz de teus olhos,
com a graça de teu sorriso bobo,
e com o doce de teu corpo)
o bem que enriquece o meu viver!


OZEAS CB RAMOS
www.facebook.com/rascunho1966

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

MARCELO - ARTISTA DE RUA EM SIMÕES FILHO







Trabalhar "na rua" tem seus encantos e sua magia. Conhecer gente boa (e outras nem tanto), conhecer histórias de vida e gente boa com cada estória!

Hoje próximo ao centro de Simões Filho conhecemos Marcelo. Ele estava agachado pintando esse quadro (vide fotos). Me aproximei e solicitei que ele permitisse tirar fotos e mostrar aqui no face. O que ele assentiu.

Ele pinta e tenta vender suas obras ali mesmo na calçada. Sem muitos recursos não tem disponível vários pincéis e variedade de tintas (cores diversas). Estava acessível permitindo as fotos pois precisa vender esse quadro para completar um certo valor para comprar as tintas para pintar outras telas que havia deixado em sua casa. Ele pediu o "exorbitante" valor de R$ 30,00 (trinta reais)!!!

O parceiro de correria e labuta adquiriu e levou para casa. A ideia compartilhada comigo era ajudar o caboclo artista.

Entre essas e outras histórias as muitas estórias que colorem a minha vida!!!

Parabéns Marcelo!!!

quinta-feira, 10 de setembro de 2015

ERROS E ACERTOS


Eu, muitas vezes, faço o que penso seria o certo a fazer. E erro feio. Erro querendo fazer o certo.

Quando faço o certo, nem sempre dá certo. Na maioria é uma dxsgrxçxrx só...

Às vezes eu penso que deveria fazer o errado para ver se daria certo!

Será?!...???

Aí ela me falou:
- você pensa demais...
Será?!...???


OZEAS CB RAMOS

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

DIAMANTES


Os diamantes que tenho diante de mim
Luzem os raios do sol
Na cor verde esmeralda...
Tão verdes como a mais viçosa floresta
Exala a esperança da vida!
Em contemplar as tuas gemas resplandecentes
renasce a minha alegria...

OZEAS CB RAMOS

terça-feira, 8 de setembro de 2015

TENHO UM ANJO QUE NÃO É MEU


Eu tenho um anjo que não é meu.
Ele tem as asas soltas nas mãos.
Quando quer ele voa. Livre é...
Mas não delira...
Nem é feito (apenas) de bobices pueris.
Tagarela sorridente seus sonhos alados,
viaja em suas nuvens mágicas,
e constrói seus castelos perfeitos.
Para ele a vida é um livro
de onde pululam dinossauros gigantes,
dragões ferozes que lançam labaredas,
encantos vindos de um lugar distante
além do horizonte, muito depois da terra do sol!
Para onde iremos um dia
descobrir novos caminhos ou somente nos perder...

OZEAS CB RAMOS

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

AQUI COMIGO


Ainda preciso algumas
loucuras
Escondidas em um coração
bobo
Que precisa
sonhar
E libertá-las
de mim...
Para que vão
(adiante)
E sejam
felizes
Sem deixar
saudade.
Aqui comigo
ficarão
Apenas os novos
sonhos
que sonhar inda
acordado.

OZEAS CB RAMOS

domingo, 6 de setembro de 2015

PENSAMENTOS


Corro apressurado atrás dos pensamentos
cujos passos lépidos não consigo acompanhar.
São traquinas como um saci na mata;
velozes no brincar de pega-pega
não se deixam apanhar.
Quando me aproximo eles desmancham
como biscoito deixado no café.
Mas estão ali...

OZEAS CB RAMOS

sexta-feira, 4 de setembro de 2015

CHEGOU A HORA. PRECISAMOS DE OUTRO CAMINHO

POLÍTICA

Seguirei citando Raulzito:
"Esse caminho que eu mesmo escolhi
é tão fácil seguir
por não ter onde ir"...
MALUCO BELEZA - Raul Seixas

É fácil não se envolver pessoalmente em certos assuntos. Em "questões de política" então... Há quem prefira deixar essa "doidera" de lado. Os mais desconectados optam por não discutir política, futebol e religião. Alguns têm posições tão definidas que não se permitem questionar e/ou serem questionados. Deixar de lado, portanto, é uma questão óbvia.

A "bagaça" atual em que esse DESgoverno chegou, com índices de impopularidade que ultrapassam 90%, demonstram com clareza que não há governabilidade possível. 2016 já está comprometido.

No começo dessa pwrra toda eu tomei posição contrário ao impedimento da presidenta. Não via à época como esse impedimento pudesse tomar corpo e trazer melhora ao cenário político e econômico. Entendia que por o Sr. Temer e em consequência o PMDB no poder não traria melhora esperada (se não piorasse o cenário geral).

Contrário à tomada do poder pelas forças armadas embora um pequeno número de manifestantes gritassem esse desejo. Já conquistamos a liberdade de expressão e iniciamos o processo de democratização para permitirmos golpes de qualquer natureza. Vivemos um novo momento.

Torcia para que a presidenta em uma crise de autoconsciência pedisse o boné e fosse ali... Renunciasse em nome do país. Mas é a renúncia um instrumento que ela não demonstra interesse em utilizar, ao menos, por hora. Embora desejasse que se o fizesse, fosse seguida pelo vice. Mas, como qualquer um, eles são apegados ao poder e ao dinheiro que dele se pode auferir...

Minha crítica maior recai sobre o que seria a oposição, a quem chamo de oposição chuchu. Insossa e sem gosto. Em um exercício de delírio, penso numa situação igual com os atores invertidos. O PSDB no poder, com uma situação semelhante, e o PT na oposição... Quanta merda nas ruas nós não teríamos? Greves gerais em todas as áreas... Paralisações das vias, piquetes, militância irada nas ruas do país... Como disse isso foi um momento de divagação pessoal...

O que esperar de um cenário como esse? No qual o DESgoverno não carrega consigo a legitimidade que trouxe das urnas, haja visto a impopularidade atual, e uma oposição inerte?

É preciso tomar as rédeas. Retomar ao menos. E eu mudei a minha perspectiva.

Esse governo precisa ser posto para fora. É hora de pedir coletivamente (população) o impedimento do governo. Não se trata de legenda ou partido. Situação ou oposição. Ao país e pelo país chega disso aí. Se não há mais legitimidade um governo não se sustenta. Os abutres ficam entre esperar a morte do moribundo e saciar a fome imediata. Quem pagará um preço elevadíssimo seremos nós.

Chegou a hora. Precisamos de outro caminho...




"Eu devia estar contente
Por ter conseguido tudo o que eu quis
Mas confesso abestalhado
Que eu estou decepcionado

Porque foi tão fácil conseguir
E agora eu me pergunto: e daí?
Eu tenho uma porção de coisas grandes
Pra conquistar, e eu não posso ficar aí parado ".
OURO DE TOLO - Raul Seixas

OZEAS CB RAMOS

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

CEDO


A lua ainda curtia a própria preguiça;
brilhava pouco.
O sereno permanecia ali
como quem pairava sobre si mesmo...
Ainda na neblina, cedo,
fui varrer o meu quintal.

Continua...


OZEAS CB RAMOS

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

SOBRE A CRISE BRASILEIRA

POLÍTICA

Agora já sabemos que a crise está garantida até 2016 com um orçamento apresentado pelo atual DESgoverno com déficit de alguma coisa perto de 30Bi (quem dera que fosse apenas isso).

Aumentaram tributos e jogaram para o Congresso (outro bando de desorientados) a responsabilidade de criar um imposto nos moldes da CPMF para "salvar" a saúde.

Corrupção na ante sala do governo, desemprego, inflação, metas não alcançadas, saúde, educação, segurança, o resumo é um caos!

Lembrei de Raulzito...

Com um cenário desse, construído por uma legenda que se perdeu em todos os sentidos e ainda tem quem apaixonadamente defenda a manutenção dele. Fico pensando o que será necessário pra essa gente (militante) acordar para a vida?

Uma coisa são os princípios, os ideais, etc. Esses podem ser mantidos na alma e coração. Porém é irrefutável que, na prática, esse governo/legenda/partido, se perdeu... e pior, está levando o país para um fundo do poço sem precedentes.

Abaixo uma homenagem para esses "militantes".

CAPIM GUNÉ - Raul Seixas

"Num planto capim-guiné
Pra boi abaná rabo
Eu tô virado no diabo
Eu tô retado cum você
Tá vendo tudo
E fica aí parado
Cum cara de viado
Que viu caxinguelê"


OZEAS CB RAMOS
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...