quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

QUEM ME COMPREENDE por Rolando Boldrin




QUEM ME COMPREENDE

Ary Barroso

Canta: Rolando Boldrin (9:50)


Vem ouvir minhas queixas, coração!
Quero te acordar com esta canção,
Ai, meu Deus do Céu!
Não posso mais
Conter meus ais!
E sem ter no mundo mais ninguém
Não suportarei o seu desdém,
És a minha vida
A própria luz
Dos meus olhos, oh! Querida!
Felicidade...
Tenho saudade
Dos tempos que não voltam mais
Não voltam mais!
Tu me deixaste só
E nem tiveste dó.
Mas mesmo assim
Eu sei que tu gostas de mim.
Felicidade...
Tenho saudade
Dos tempos que não voltam mais
Não voltam mais!
Quem me compreende bem
Meu coração
Como ninguém
É este violão

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

PALESTRA ESPETÁCULO DE ARIANO SUASSUNA





Aula espetáculo

com Ariano Suassuna


Para rir, aprender e pensar!
Gastem tempo e não irão se arrepender..
.
(Várias aulas disponíveis na internet).




OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

terça-feira, 29 de dezembro de 2015

O DIABO É MESMO SUJO



O DIABO É MESMO SUJO


Começo falando de um calor digno de um grande solstício de verão. E nada de linha do Equador, deserto do Saara, Maranhão ou Piauí. Simões Filho-BA cidade do meu atual esconderijo. Afinal, pobre não mora, se esconde, já se dizia isso há muito tempo como filosofia de botequim.

Calor para cá, sol esquentando a tarde para lá, e uma vontade de beber jesus (vide foto) só que, o diabo estava na esquina sem ter muito o que fazer, aproveitando que a esquina fica aqui próximo, na rua... Um litro de vodka inocente, barata, dessabem vagabundas mesmo, deixada na geladeira há algum tempo... Olhem como o diabo é sujo!





Vou ao mercado e compro dentre outras coisas, quatro 4 limões. Desses bons de caldo, verdinhos, no ponto! Ao chegar em casa aleatoriamente coloco os danados próximo a uma pequena vasilha plástica onde guardo açúcar. Pura coincidência.

Maior coincidência ainda foi abrir o congelador e ver lá dentro, na parte de trás, escondido por mais uma vasilha pet com água em estado petrificada (não tem porra nenhuma mais nessa porra de geladeira vazia) uma cuba de gelo. Olha aí a artimanha do capeta... Tudo culpa dele...





Vodka, limão, açúcar e gelo... e o "coisa ruim" na esquina sem ter o que fazer, o resultado foi duas deliciosas caipiroscas de limão... O morango é porque meu cardiologista disse para ter uma alimentação mais saudável. E a cerveja foi para rebater e espantar todo mal...

E essa história toda de bebum, me fez lembrar de um caboclo bom de prosa, lá das terras de Belo Campo. Veio menino pra capital, (aqui é região metropolitana, faz parte) logo se arrumou com as amizades. Uma dessas seu João, dono de um boteco dos baum. Vende uma mardita nos capricho. Variedade boa de se ver...

Esse caboclo de Belo Campo, seu Zé, a cada visita ao boteco de seu João, pedia que fosse servida uma pinga diferente.

E assim seu João fazia. Seu Zé pegava o copo, cuidava de dar a parte do santo que ele cumpria as penitências, e tacava um gole apreciando o paladar (até parecia que bebia vinho...). Bebia e após alguns segundos dizia a localidade de origem da cachaça.
- Essa hoje é de Pindamonhangaba. Boa!
Seu João ia conferir e lá estava gravado no rótulo: Pindamonhangaba-SP.

Lá outro dia, lá vem seu Zé...
- Essa é das minhas. Essa é de Penedo-AL.
Seu João corria e lá estava de novo. Tiro certo. Na mosca.

De tanto seu Zé acertar, seu João teve uma ideia.
- Vou colocar água numa garrafa e ver o que ele me diz, e se acerta. E assim fez. Quando seu Zé chegou, serviu a "preparada".

O homem bebeu como de costume. Provou, salivou, degustou. E seu João não aguentou e perguntou:

- Vamo homi diga logo a procedência dessa...

Seu Zé ainda precisou de mais alguns minutos e disse:
- Essa eu não sei donde é não senhor!

Seu João rindo disse: - É água...


Seu Zé sem perder a pose:
- Vixe, é isso que é água é????




Saudações! Um brinde!! Vivas!!! A quem bebe pra viver e para aqueles que vivem para beber. Se for dirigir, não beba! E se for beber nesse fim de ano, me chama miséra...
Feliz porra! Feliz Ano Novo!!!


OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br

A ESTRELA - ALMEIDA GARRET




Poema de Almeida Garret.

Música de Jose Vianna da Motta


A estrela


Há uma estrela no céu,
Que ninguém vê senão eu;
Inda bem! Inda bem!
Que não a vê mais ninguém

Como as outras não reluz,
Mas dá tão serena luz
Que inda bem! Inda bem!
Que não a vê mais ninguém.

No cantinho azul do céu
Onde ela está não digo eu,
A ninguém, a ninguém,
Sei-o eu só inda bem.

segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

FELIZ ANO NOVO



OZEAS CB RAMOS

CAROLINA DE JESUS - Vida e obra literária.




"PRINCESA DA LITERATURA" - CAROLINA DE JESUS


Extraído da descrição do filme.

============================================
Publicado em 22 de nov de 2012

Lista de reprodução "Estante de Vídeo & Áudio-Livros" do canal YouTube CarlosAlbertoDidier.

Documentário sobre a escritora Carolina de Jesus, exibido pela TV Câmara em comemoração ao dia da Consciência Negra, festejado no Brasil a 20 de novembro.

Texto de apresentação da TV Câmara:

"A história singular de uma catadora de papel que viveu na extinta favela do canindé em São Paulo é o tema de uma exposição na Câmara. Organizada para comemorar a Semana da Consciência Negra, a mostra "Carolina Vive" expõe a obra de Carolina de Jesus: seus diários e o livro que se tornou best seller, revelando ao mundo a poesia e o talento da escritora.

"São Paulo, década de 50. Na cidade grande e poderosa, a poesia nasceu na favela, o quarto de despejo da cidade, porque lá jogam homens e lixo, que lá se confundem, são coisas que a cidade deixa de lado". A descrição crua, mas poética está na obra de Carolina Maria de Jesus.

Nesta exposição, fotos e documentos de Carolina revelam a escritora acima de tudo. O best-seller Quarto de Despejo vendeu mais de um milhão de exemplares e foi publicado em 14 idiomas, em mais de 40 países. Ela escreveu outros 4 livros, entre eles, Diário de Bitita.

Mulher, negra que morava na favela: Carolina de Jesus representa um símbolo da luta pela emancipação feminina e contra os preconceitos. Apesar da fama e do talento, morreu pobre.

A exposição está aberta ao público até sexta-feira, das 9h às 18h, no Hall da Taquigrafia, que fica no Anexo 2 da Câmara.

Créditos:

1- Reportagem: Vera Morgado
2- Ronaldo Bizanotto - Organizador da exposição
3- Produção: Patrícia Lemos".


CAROLINA MARIA DE JESUS (Sacramento, 14 de março de 1914 — São Paulo, 13 de fevereiro de 1977) foi uma escritora brasileira.

Ex-catadora de papel, Carolina foi descoberta pelo jornalista Audálio Dantas ao escrever uma matéria sobre a expansão da favela do Canindé. Com pouca escolaridade, favelada, mulher, negra e pobre, Carolina fez das obras um meio de denúncia sócio-política. A obra mais conhecida, que teve tiragem inicial de dez mil exemplares (esgotados na primeira semana), e traduzida em 13 idiomas, é Quarto de Despejo, publicada em 1960. Também escreveu Casa de Alvenaria (1961), Pedaços de Fome (1963), Provérbios (1963) e Diário de Bitita (1982, póstumo).
http://pt.wikipedia.org/wiki/Carolina...

Informe-se ainda um pouco mais sobre Carolina Maria de Jesus:
http://www.labjor.unicamp.br/patrimon...

http://www.amigosdolivro.com.br/lerma...

http://www.mundonegro.com.br/portal/2...

http://www.baixelivros.com/carolina-m...

http://criticaconsciente.wordpress.co...


Não deixe também de ver os seguintes vídeos sobre Carolina de Jesus

O Diário de Bitita: http://www.youtube.com/watch?v=yg0XT6...

O Estranho Diário da Escritora Vira-Lata: http://www.youtube.com/watch?v=v6v4jJ...

http://www.youtube.com/watch?v=LuuwFI...

http://www.youtube.com/watch?v=-JsXCm...


Categoria
Educação

Licença
Licença padrão do YouTube




MANUSCRITO

Livro - Onde estás felicidade?



LIVRO - A SOMA E O RESTO - FHC


Li A SOMA E O RESTO- um olhar sobre a vida aos 80 anos

do Fernando Henrique Cardoso.

Ótimo para uma leitura contemplativa, relaxada, pois não foi escrita do ponto de vista erudito, e sim por um homem cuja maturidade ao completar 80 anos o leva a conhecer além do raio que o cerca.




OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

domingo, 27 de dezembro de 2015

FILME - A VIDA DE BRIAN - Uma sátira...


A VIDA DE BRIAN - Uma sátira...

(vou logo avisando)



"O que que você tem a perder?
Olha, você veio do nada... vai voltar pro nada
O que que você vai perder?
Nada!
Nada virá do nada, já diziam".
https://letras.mus.br/monty-python/1213703/


VÍDEO:


 FILME NO YOUTUBE



"A Vida de Brian, no original inglês Life of Brian, é um filme dos Monty Python realizado em 1979 por Terry Jones, membro do grupo. O seu argumento baseia-se numa sátira à época de Jesus Cristo e é considerado blasfemo, por uns, e genial, por outros.
O filme é controverso devido a sua combinação de comédia e de temas religiosos".
https://pt.wikipedia.org/wiki/A_Vida_de_Brian



OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br

LIVRO - ALEXANDRE E OUTROS HERÓIS

Imagem da Net




ALEXANDRE E OUTROS HERÓIS

Graciliano Ramos


“No sertão do Nordeste vivia antigamente um homem cheio de conversas, meio caçador e meio vaqueiro, alto, magro, já velho, chamado Alexandre. Tinha um olho torto e falava cuspindo a gente, mas isso não impedia que os moradores da redondeza, até pessoas de consideração, fossem ouvir as histórias fanhosas que ele contava."

Alexandre é vaqueiro contador de histórias inverossímeis. Como o conhecido personagem de Chico Anysio - o Pantaleão!


VIDEO DA TV SUL
https://www.youtube.com/watch?v=t0lKPqvXVyQ


Alexandre e Outros Heróis é o nome de um livro que foi dado à reunião de três obras do escritor brasileiro Graciliano Ramos: Histórias de Alexandre (contos do folclore infanto-juvenil), Pequena História da República (sátira à história do Brasil, inédita até então) e A Terra dos Meninos Pelados (infantil). O livro Alexandre e Outros Heróis foi reeditada postumamente, em 1962.
https://pt.wikipedia.org/wiki/Alexandre_e_Outros_Her%C3%B3is


A Rede Globo exibiu a comédia com texto de Luís Alberto de Abreu e do diretor Luiz Fernando Carvalho, uma adaptação de dois contos do escritor alagoano Graciliano Ramos: “O olho torto de Alexandre” e “A morte de Alexandre”.
http://globotv.globo.com/rede-globo/rede-globo/v/alexandre-e-outros-herois-assista-a-cenas-do-especial-da-globo/3010533/.



OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

sábado, 26 de dezembro de 2015

O QUE TE APETECE OS SENTIDOS?



CAMISAS, PERFUMES E LIVROS.

Meus três desejos infinitos.

As camisas manga pólo, de preferência um número acima, folgada e gostosa de vestir. Sem apertar...
Os perfumes com boa fixação. Sou amante dos cheiros. O que nem sempre se traduz preço alto. O melhor perfume é não precisar repetir diariamente...
Quanto aos livros...
Leio (quase) tudo. Melhor companhia (como dizem no interior - quasemente) não há...
Entre estar na rua, certas horas, prefiro usar esse tempo com um livro na mão em meu canto. Passo da hora de comer. Esqueço o tempo...
Consigo ler mais de um de modo simultâneo. Seja um pela manhã e outro a noite. Faço em leitura dinâmica ou vagarosamente, porém, não repito leituras.
Desses três desejos permanentes, posso apenas abrir mão do primeiro.

E você?

O que te apetece os sentidos?






OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

sexta-feira, 25 de dezembro de 2015

DICA - CONFIGURAR CHAMADA DE EMERGÊNCIA EM SEU CELULAR

CONFIGURAR CHAMADA DE EMERGÊNCIA

SAMSUNG SM-G531H



Samsung SM-G531H


Quando você configura um padrão de bloqueio, na tela de desbloqueio aparece um ícone para chamadas de emergência. Segue passo a passo de como configurar para utilizar em caso de necessidade - (Como base um celular Samsung modelo SM-G531H).

As telas capturadas estão marcadas com os passos a seguir. Será intuitivo para você reconhecer o que fazer (basta atenção!).



Toque em Contatos

Toque em Grupos

Toque em
Contatos de emergência

Toque em + (Adicionar)

Defina se será um novo contato
ou se vai utilizar um de sua lista
de contatos.
Ex: numa emergência
ligar para a filha!

Se novo contato
insira um nome e número.
Depois toque em Salvar.

Na tela de bloqueio
toque e arraste o telefone.

Escolha para que
número/pessoa
vai precisar ligar!


Obs.:
1-  Para capturar telas (=print) pressione Tecla Início + Tecla liga/desliga simultaneamente).

2- Não sei como fazer em outros aparelhos (antes que peçam...).


OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

VERSOS DE NATAL - Manoel Bandeira


VERSOS DE NATAL


Espelho, amigo verdadeiro,
Tu refletes as minhas rugas,
Os meus cabelos brancos,
Os meus olhos míopes e cansados.
Espelho, amigo verdadeiro,
Mestre do realismo exato e minucioso,
Obrigado, obrigado!


Mas se fosses mágico,
Penetrarias até o fundo desse homem triste,
Descobririas o menino que sustenta esse homem,
O menino que não quer morrer,
Que não morrerá senão comigo,
O menino que todos os anos na véspera do Natal
Pensa ainda em pôr os seus chinelinhos atrás da porta.

MANUEL BANDEIRA, 1940

CHINELOS NA JANELA




Houve um tempo
um certo tempo passado
em que deixava chinelos na janela
que esperavam, esperavam
e na manhã quando descobertos
pelo ressurgir do sol
continuavam chinelos na janela
mesmo passado todo aquele tempo...


OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br

quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

A FILOSOFIA NOS CÂNTICOS - Cecília Meireles


Cântico VI - Cecília Meireles


Tu tens um medo: Acabar.
Não vês que acabas todo dia.
Que morres no amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que te renovas todo dia.
No amor.
Na tristeza.
Na dúvida.
No desejo.
Que és sempre outro.
Que és sempre o mesmo.
Que morrerás por idades imensas.
Até não teres medo de morrer.



A FILOSOFIA NOS CÂNTICOS - Cecília Meireles




Uma abordagem diferente sobre os textos publicados tardiamente - 26 poemas.




OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

ANTIGAMENTE, EDUCAÇÃO ERA DE BERÇO



ANTIGAMENTE, EDUCAÇÃO ERA DE BERÇO


Semana passada uma criança de 2 anos, isso mesmo dois anos, recusou usar o cinto de segurança em um avião que faria a rota Brasília-São Paulo. A partida ficou com um atraso de 45 minutos até que ela, uma irmã e seus pais desceram da aeronave...


Hoje é assim. Uma criança paralisa a vida de uma centena por causa do "direito" de dar sua birra.

No passado...

(É por isso que eu digo que a minha educação é de berço. Isso! De berço, ou de uma parte dele - de uma vareta do lastro!)

Em uma situação como essa narrada...
  1. Começava com um olhar daqueles que já te deixaria cabreiro. Era o chamado "rabo de olho". Só um olhar e já dava um freio de arrumação.
  2. Se não resolvesse, tomaria um "quéta" pelas pernas. Esse tapinha, hoje condenado por lei, deixava uma impressão em 3D dos dedos na parte atingida. Doía suficiente por umas duas horas...
  3. Se persistisse a birra um beliscão arranca pele e um cochicho de pé de ouvido:
    - ponha essa merda, sente e fique quieto antes que a coisa piore para seu lado.
    E, bem antes que as lágrimas e o choro surgissem...
  4. E "engula" o choro! Quando chegar em casa nós vamos nos acertar...
Mermão, o birrento paralisava!
O avião poderia seguir para a Europa que o caboclo nem sonharia em se mexer...

Para pensar...
Entre os exageros (violência) do passado e esse estado em que os pais ficam reféns.

Definitivamente, não está fácil ser pai...


OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

quarta-feira, 23 de dezembro de 2015

Chegada do Lampião no Inferno - Por Mário Arruda




A Chegada de Lampião no Inferno

Autor: José Pacheco

Um cabra de Lampião
De nome Pilão Deitado
Que morreu numa trincheira
Num certo tempo passado
Agora pelo sertão
Anda correndo visão
Fazendo mal-assombrado.

E foi quem trouxe a notícia
Que viu Lampião chegar
Os inferno neste dia
Faltou pouco pra virar
Incendiou-se o mercado
Morreu tanto cão queimado
Que faz gosto inté contar.

Morreram cem negro velho
Que não trabalhavam mais
Três netos de Parafuso
E um cão chamado Cá-traz
Morreu também Bigodeira
e um cão chamado Buteira
cunhado de Satanás

Vamos tratar da chegada
Quando Lampião bateu
Um moleque ainda moço
No portão apareceu:
— Quem é você, cavalheiro?
— Moleque, eu sou cangaceiro
Lampião lhe respondeu.

— Moleque, não! Sou vigia
E não sou seu pariceiro
Hoje aqui o senhor não entra
Sem dixé quem é primeiro
— Moleque, abra o portão
Saiba que sou Lampião
Assombro do mundo inteiro.

O vigia foi e disse:
— Fique fora que eu entro
E eu vou falar com o chefe
No gabinete do centro
Por certo ele não lhe quer
Mas conforme eu lhe disser
Eu levo o senhor pra dentro.

Lampião disse vá logo
Quem conversa perde hora
Vá depressa e volte logo
E eu quero pouca demora
Se não me derem ingresso
Eu viro tudo aos avesso
Taco fogo e vou embora.

O vigia foi e disse
A satanás no salão:
— Saiba, vossa senhoria
Aí chegou Lampião
Dizendo que quer entrar
E eu vim lhe perguntar
Se lhe dou o ingresso ou não.

— Não senhor, satanás disse
Diga a ele que vá simbora
Só me chega gente ruim
Eu ando muito caipora
Eu Já to inté com vontade
De botar mais da metade
Dos que têm aqui pra fora.

Disse o vigia: — Patrão
A coisa vai piorar
E eu sei que ele se dana
Quando não puder entrar
Satanás disse isso é nada
Reúna aí a negrada
E leve o que precisar.

Quando Lampião deu fé
da tropa negra encostada
disse só na Abissínia
Ô tropa preta danada
E uma voz que ecoou
Satanás foi quem mandou
taca-lhe fogo negrada

Lampião pôde pegar
uma caveira de boi
sapecou na testa dum
e o cabra só fez dizer oi

Houve grande prejuízo
No inferno nesse dia
Queimou-se vinte mil conto
que Satanás possuía
queimou-se o livro de ponto
perderam seiscentos contos
somente em mercadoria

Reclamava Lucifer
crise maior não precisa
os anos ruim de safra
e agora mais esta pisa
se não houver bom inverno
aqui dentro dos inferno
ninguém compra uma camisa

Quem duvidar desta historia
pensar que não foi assim
duvidando de meu verso
não acreditando em mim
vá comprar papel moderno
e escreva para os inferno
mande saber de Caim.

2016 O FUMO VAI ENTRAR

Fumo de corda ou fumo de rolo.

Olho os jornais diariamente e ao ler palavras de um dos meninos de recado do atual DESgoverno lembrei de uma música:



"Fumo de rolo, arreio de cangaia,
Eu vim pra vender, quem quer comprar?"
FUMO DE MANGAIO - Interpretada pela saudosa Clara Nunes


O DESgoverno andou. Se mexeu! E o que fez? Mudança de ministro. A velha lenga-lenga de sempre. Esse agora, será mais alinhado com o mercado e com as diretrizes do Planalto. Pronto! Seus problemas acabaram. Acabaram? Faz-me rir...

Nem bem a cadeira foi aquecida e o novo menino de recados de Lula, opa!, quis dizer de Dilma, o Wagner (O Cardoso anda quieto!!! será que ele tem?!!) já vem a público soltar as velhas ladainhas de boa prosa. Esse sabe enrolar mais que os anteriores...

A manchete de um jornal (22/12/2015) é: "O governo acena com reforma trabalhista e previdenciária". E completa: "proposta deve incluir simplificação tributária". Tudo para 2016. Eles agora resolverão todos os problemas... e de uma vez... (Nada sobre ser ano eleitoral!).

Traduzindo para os militantes cegos: O peão trabalhador vai bancar a conta! Mas esse poderá perguntar se não foi sempre assim?... De certo terei que concordar e completar: Mas nunca antes na história desse país vai se pagar tão caro pelos desmandos de uma gestão tão incompetente (além é claro de corrupta).

A imagem acima, para os mais novos e que talvez não conheçam, é de fumo de corda (ou fumo de rolo). Essa imagem é para avisar de antemão que o fumo vai entrar. Enquanto você militante cego (já havia dito antes) e insensível não aprender, não reconhecer, nós todos (nós contrários a esse desgoverno e vocês flanelinhas da bandeira vermelha) iremos tomar no centro corrugado central...

E não virá só o fumo. Eles ainda ensaiarão manter o "arreio de cangaia". Embora esse já esteja bem apertado nos militantes... Mas se para eles é de gosto e, o que é de gosto é regalo da vida (dito popular).


Cangaia ou cangalha. 


Até que as coisas (em termos políticos) andem o que só ocorrerá mesmo após todos os demorados recessos de fim de natal, de fim de ano, de férias e de carnaval (Ufa!!! cansei de nomear tanta folga) eles soltarão para todo lado e a toda mídia as várias ideias mirabolantes e estapafúrdias. Vão sentindo a reação da população esculachada, vilipendiada, humilhada e cansada de ser usada... Ao reclamarmos de uma ou outra ("vida de gado, povo marcado") eles ganham força para soltar as demais para cima de todo cidadão. Os chamados balões de ensaios... O que cair, caiu...

Quase me esqueci que teremos CPMF de volta. Duvida que eles vão enfiar mais essa?

Pqp... Feliz 2016 Brasil!



OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

terça-feira, 22 de dezembro de 2015

OPOSIÇÃO CHUCHU



OPOSIÇÃO CHUCHU


Sabe o que é pior que um governo que não governa? Pior que um Congresso Nacional descomprometido com a nação? Pior que corruptos e corruptores? Pior que instâncias superiores da justiça voltadas para o clientelismo, corporativismo e atendimento do "interesse" do Estado?
Pois eu te digo: Uma oposição chuchu!
Ou seja, TAMO LASCADO...


A voz das ruas não encontra eco. No governo que trabalha apenas para se manter no poder. Nas altas cortes pelo mesmo motivo; uma elite desassociada com os interesses da nação. Esses têm vida própria. Em um CN tão envolvido com a lama geral que não consegue parar para ouvir a ninguém além de seus pares. E por fim uma oposição surda, muda e burra!

Para mim são todos de um mesmo balaio...

Vivemos o pior período em termos de representatividade política dos últimos 40 anos... A coisa só faz piorar. Com a democracia estamos a cada eleição escolhendo a escória política. Elegendo o que há de pior na sociedade...

2016 vem aí... ACORDA BRASIL!!!


OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br

O LIVRO ACABOU

O LIVRO ACABOU

Podem estudar, cientificar, psicologizar e a pwrr@... Quando termino a leitura de um livro bom eu fico P da vida. Dá uma sensação de... de sei lá!
Que dura até começar a ler outro.
Aí passa...
Será muito grave???



OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966


segunda-feira, 21 de dezembro de 2015

3 LIVRO - CAROLINA - Casimiro de Abreu


Baixe grátis no Google Livros


CASIMIRO DE ABREU

Casimiro José Marques de Abreu (Silva Jardim, 4 de janeiro de 1839 — Nova Friburgo, 18 de outubro de 1860)


Do livro Carolina, página 4:

"Ai! um sorriso que se desprendesse dos lábios formosos daquela virgem, mataria de amores um homem! Um olhar meigo e terno que brilhasse por entre aquelas pestanas aveludadas, venceria o mundo"!


Destaque:

MEUS OITO ANOS
As primaveras - 1859

Oh! que saudades que tenho
Da aurora da minha vida,
Da minha infância querida
Que os anos não trazem mais!
Que amor, que sonhos, que flores,
Naquelas tardes fagueiras
À sombra das bananeiras,
Debaixo dos laranjais!

Como são belos os dias
Do despontar da existência!
— Respira a alma inocência
Como perfumes a flor;
O mar é — lago sereno,
O céu — um manto azulado,
O mundo — um sonho dourado,
A vida — um hino d'amor!

Que aurora, que sol, que vida,
Que noites de melodia
Naquela doce alegria,
Naquele ingênuo folgar!
O céu bordado d'estrelas,
A terra de aromas cheia
As ondas beijando a areia
E a lua beijando o mar!

Oh! dias da minha infância!
Oh! meu céu de primavera!
Que doce a vida não era
Nessa risonha manhã!
Em vez das mágoas de agora,
Eu tinha nessas delícias
De minha mãe as carícias
E beijos de minhã irmã!

Livre filho das montanhas,
Eu ia bem satisfeito,
Da camisa aberta o peito,
— Pés descalços, braços nus
— Correndo pelas campinas
A roda das cachoeiras,
Atrás das asas ligeiras
Das borboletas azuis!

Naqueles tempos ditosos
Ia colher as pitangas,
Trepava a tirar as mangas,
Brincava à beira do mar;
Rezava às Ave-Marias,
Achava o céu sempre lindo.
Adormecia sorrindo
E despertava a cantar!

Oh! que saudades que tenho
Da aurora da minha vida,
Da minha infância querida
Que os anos não trazem mais!
— Que amor, que sonhos, que flores,
Naquelas tardes fagueiras
A sombra das bananeiras
Debaixo dos laranjais!



Algumas obras:

Carolina, romance, (1856)
A Cabana (1858)
Camões e o Jau (1856)



OUTROS LIVROS:
1 LIVRO
2 LIVRO


OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

domingo, 20 de dezembro de 2015

REMÉDIO AMARGO - Feliz ano velho!


REMÉDIO AMARGO - Feliz ano velho!


Se da briga partidária veio a afirmação que 2014 não havia terminado quando uma parcela da população brasileira não aguentou o atual DESgoverno, a falta de governança e os repetidos atos de corrupção, e pediu aos quatro cantos o impedimento da presidenta, será correto afirmar que a turbulenta crise (econômica e ético/moral) vai fazer com que 2015 adentre pelo ano novo.

Recessos dos poderes que andaram se estranhando, investigados, presos, acusados, e desconfianças de todo lado... e muita gente com o "rabo preso" e com o "cW na reta", e ainda após o carnaval não teremos definições de como o país passará. De certo apenas que o primeiro trimestre estará "perdido". Quando retornarem cada um às suas atividades ditas normais, é que teremos uma ideia, ainda que vaga, do rumo... do que sucederá...

O discurso para as merdas administrativas desse DESgoverno incompetente, vazio de conteúdo e sem rumo, deve ficar na apresentação de aumento das taxas, de impostos, gerando mais crise, e pedindo/implorando para que os "idiotas" (nós) aceitemos pacífica e ordeira bancar o pagamento de seus desmandos. Virá o tal remédio amargo. Dirão ainda que será necessário para retomada do tal crescimento que se espera com desespero. Promessas quase proféticas que após esse maldito remédio amargo o país seguirá para anos paradisíacos. Claro que esse paraíso apontará para 2018.

Cenário avizinha nada menos que um inferno posto os diabos que comandam essa nação de cordeiros eleitorais. Talvez sofrer esses desmandos seja juridicamente e eleitoralmente corretos para a militância cega, burra, comprada e comprometida com o mal.

Quando esse discurso do tal remédio amargo aparecer em rede nacional, eu ensaiarei uma quadra da revolta (infantil):
Vá tomar no cW PT,
Vá tomar no cW PT,
Vá tomar no cW PT,
Eu não aguento mais você!

Se for assim, desejo a todos um feliz ano velho em 2016! O último, se houver, apague a lâmpada e feche a porta...

Eu, OZEAS CB RAMOS - sem paciência para essa desgr@ç@ de política!

A VELHINHA CONTRABANDISTA - Stanislaw Ponte Preta

Imagem da Net


A velhinha contrabandista

SÉRGIO PORTO - Stanislaw Ponte Preta


Diz que era uma velhinha que sabia andar de lambreta. Todo dia ela passava na fronteira montada na lambreta, com um bruto saco atrás da lambreta. O pessoal da alfândega - tudo malandro velho - começou a desconfiar da velhinha.

Um dia, quando ela vinha na lambreta com o saco atrás, o fiscal da alfândega mandou ela parar. A velhinha parou e então o fiscal perguntou assim pra ela:

- Escuta aqui, vovozinha, a senhora passa por aqui todo dia, com esse saco aí atrás. Que diabo a senhora leva nesse saco?

A velhinha sorriu com os poucos dentes que lhe restavam e mais os outros, que ela adquirira no odontólogo, e respondeu:

- É areia!

Aí quem sorriu foi o fiscal. Achou que não era areia nenhuma e mandou a velhinha saltar da lambreta para examinar o saco. A velhinha saltou, o fiscal esvaziou o saco e dentro só tinha areia. Muito encabulado, ordenou à velhinha fosse em frente. Ela montou na lambreta e foi embora, com o saco de areia atrás.

Mas o fiscal ficou desconfiado ainda. Talvez a velhinha passasse um dia com areia e no outro com moamba, dentro daquele maldito saco. No dia seguinte, quando ela passou na lambreta com o saco atrás, o fiscal mandou parar outra vez. Perguntou o que é que ela levava no saco e ela respondeu que era areia, uai! O fiscal examinou e era mesmo. Durante um mês seguido o fiscal interceptou a velhinha e, todas as vezes, o que ela levava no saco era areia.

Diz que foi aí que o fiscal se chateou:

- Olha, vovozinha, eu sou fiscal de alfândega com quarenta anos de serviço. Manjo essa coisa de contrabando pra burro. Ninguém me tira da cabeça que a senhora é contrabandista.

- Mas no saco só tem areia! - insistiu a velhinha. E já ia tocar a lambreta, quando o fiscal propôs:

- Eu prometo à senhora que deixo a senhora passar. Não dou parte, não apreendo, não conto nada a ninguém, mas a senhora vai me dizer: qual é o contrabando que a senhora está passando por aqui todos os dias?

- O senhor promete que não "espáia"? - quis saber a velhinha.

- Juro - respondeu o fiscal.

- É lambreta.




PENSAMENTO

Na solitude encontrei você.
E com você, mais que cafés quentes, livros abertos e abraços apertados.


OZEAS CB RAMOS


sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

BRASIL, MEU BRASIL BRASILEIRO

‪#‎POLÍTICA‬ ‪#‎IMPEACHMENT‬

No final das contas, quem paga a conta é quem manda... Quem "libera" a verba dá as cartas!

Comprovado hoje com julgamento do STF, e com o retorno do líder do PMDB (pasmem) numa ação comandada pelo governo...

O Senado agora nas mãos de Renan, namorando se livrar numa tacada só do Cunha e Temer...

Ou seja... teremos que esperar que o mandatário no Senado tome a rebordosa dele, que virá, pelas denúncias que pesam, para que ele mude de vez as cartas e o jogo!!!

Uma turma que se ama e se odeia... mas que permanecem nos mesmos cargos e mordomias. Enquanto isso, o povo toma no mesmo lugar que vinha tomando...

Simples assim!

Como um pobre filme de terror bem Trash, aguardemos cenas dos próximos capítulos para saber quem vai comer mais carne viva!!!

Primeiro trimestre de 2016 já está perdido... politicamente falando!

Brasil... meu Brasil brasileiro...


OZEAS CB RAMOS
www.facebook.com/rascunho1966

2 LIVRO - CANTOS DA SOLIDÃO - Bernardo Guimarães



Baixe grátis no Google Livros


Bernardo Guimarães

(Bernardo Joaquim da Silva Guimarães)
Ouro Preto - MG, em 15 de agosto de 1825,
e faleceu na mesma cidade, em 10 de março de 1884.



Poema Esperança:


...
A cismar com o futuro
A alma de sonhar não cansa,
E de sonhos se alimenta,
Bafejada da esperança.
...



Destaque:

Escrava Isaura - 1875





Algumas obras:

Cantos da solidão (1852);
O ermitão de Muquém (1868);
O garimpeiro (1872);
O seminarista (1872);
A escrava Isaura (1875).


Veja também aqui no BLOG:




OUTROS LIVROS:
1 LIVRO


OZEAS CB RAMOS
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

DIQUE DO TORORÓ - Salvador-Bahia












Hoje fui ao Dique do Tororó.

Um dos pontos turísticos mais bonitos de

Salvador-Bahia-Brazil.


Recordo de uma cantiga de roda (ou ninar como queiram):
"Fui no Tororó beber água não achei
Achei a bela Morena
Que no Tororó deixei
Aproveita minha gente
Que uma noite não é nada
Se não dormir agora
Dormirá de madrugada".


Dique do Tororó:

"O Dique do Tororó é o único manancial natural da cidade de Salvador, no estado da Bahia, no Brasil, tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, comumente reduzido para Dique, que possui uma lagoa de 110 mil metros cúbicos de água. É delimitada, atualmente, pelo bairro do Tororó em sua margem esquerda, pelo do Engenho Velho de Brotas em sua margem direita, ao Norte, pelo estádio Itaipava Arena Fonte Nova e, ao Sul, pelo bairro do Garcia.

É margeado pelas avenidas Presidente Costa e Silva e Vasco da Gama - que, ao Sul, convergem para a avenida Centenário e o Vale dos Barris.

Uma de suas principais características são as oito esculturas de orixás flutuando no espelho d'água do Dique do Tororó assinadas pelo artista plástico Tati Moreno, que são: Oxum, Ogum, Oxóssi, Xangô, Oxalá, Iemanjá, Nanã e Iansã, conferindo à noite uma bela iluminação cénica.

O termo "tororó" vem do termo tupi tororoma, que significa "jorro" (de água)".

https://pt.wikipedia.org/wiki/Dique_do_Toror%C3%B3



Duas imagens copiadas da Net:


Vista aérea do Dique.


Oito orixás.


Obras do artista plástico Tati Moreno:

"Os orixás representados são Iansã, Nanã, Ogum, Oxalá, Xangô, Iemanjá, Oxum e Oxossi. Os esguichos junto aos orixás, além do efeito decorativo, busca oxigenar a água".
(lembrando que o BLOGueiro não professa nenhuma fé, nem descrimina).

http://www.bahia-turismo.com/salvador/dique-tororo.htm.



Ilustração:

"Esta é uma versão colorizada, de John Ogilby, da ilustração Urbs Salvador, publicada em 1671, na obra de Arnoldus Montanus. É uma ilustração de domínio público. Embaixo, uma ampliação da parte central do desenho original".



http://www.bahia-turismo.com/salvador/seculo-17.htm.




OZEAS CB RAMOS
www.facebook.com/rascunho1966
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...