domingo, 3 de agosto de 2014

EXIJO HOJE DA VIDA



EXIJO HOJE DA VIDA

Exijo hoje da vida
Uma nova caneta vermelha;
Ainda sou a página
Desse gasto e meado viver.
Usarei o meu verso
Para escrever outros versos
Não mais de um velho eu
Que consumia o meu devir.
Escrevinharei jabuticabas
Que brotarem após florada
Do meu jacarandá-açú.
Depois de rascunhado avesso
Com dobraduras bem feitas
Farei um avião de papel
Que aprendi na infância
E na pedra do caminho
Lá no alto da montanha
Soltarei minha vida ao vento
Voarei com as correntes quentes
Para onde elas me levarem
Viverei por um instante
O meu sonho de liberdade...
Até que aprendiz de poeta
Consiga sem asas voar!


OZEAS CB RAMOS
BLOG RASCUNHO1966
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

Nenhum comentário:

Postar um comentário


SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.
Aproveite e veja também outras postagens desse BLOG.
Obrigado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...