quinta-feira, 7 de agosto de 2014

A PAZ EM MIM


A tempestade arribou sua força
A dita paz chegou de uma vez
Com solavanco único
Bateu em mim, abriu a porta
E quis ficar;
Trouxe suas malas e bagagens
Apetrechos de uma senhora desconhecida.
Mas fez-se silencio na maloca
Diante de mim já não havia inimigos
Com quem guerrear uma jihad sequer...
Apenas um permanecia inquieto
Um Eu iracundo e insensato
Divino Eu deixado só
Que aprendeu com a tempestade
A abaixar sua bandeira e brasão
Render-se a si mesmo e serenar.
Um novo termo que a seu tempo
Deixou a brisa entrepassar
Permitiu reaver conceitos
Purificar princípios
E que buscou em seus pensamentos
Aproveitar o tempo aberto e ensolarado
Pegar as correntes quentes e voar.
Sem ter companhias outras
Fiz com a solidão nova parceria
Ela que causara tanta dor
Quando diariamente surgia só
Agora comigo a dividia.
Não sabia diferenciar entre as duas
A paz e a solidão assemelhavam-se
E confuso não as entendia...
Foi lidando com a senhora Solidão
Que em sua brilhante dialética
Ensinou-me o olhar no espelho
E perceber o óbvio:
Como ela me põe no presente
Afirma seu marca-passos em mim
E me faz desejar o que para trás ficou
Sendo essa a sua causa-dor.
A solidão é um contrapasso em revesso.
É o obsoleto em upgrade diário.
Eu quase sucumbi a tal martírio.
A paz, entretanto
Em sua moderada paciência
Quando pega um alguém pelo braço
É como colo de vó
Aquieta a alma afligida
Firma seus passos sem fixá-los
Levanta com jeito a sua face
E para frente o faz olhar e caminhar.
A paz anuncia e vislumbra o futuro.
Foi assim comigo
Essa convivência trouxe-me experiência
Compreendi qual companhia queria
Com quem iria seguir...
E enfim, abri meu coração
Para a paz.
A guerra se foi...
Os inimigos passaram...
A saudade nem se despediu.
Tempestades podem voltar
Mas agora é a paz que me faz companhia.
A paz em mim.


OZEAS CB RAMOS
BLOG RASCUNHO1966
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

Um comentário:

  1. Você tem um lugar no esquema das coisas. Qual é este lugar você só o saberá olhando para dentro de você mesmo. A paz e a solidão andam juntas...
    Parabéns querido pelo belíssimo poema!!

    ResponderExcluir


SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.
Aproveite e veja também outras postagens desse BLOG.
Obrigado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...