quarta-feira, 23 de julho de 2014

AUTO PODA



AUTO PODA

Não esperei a minguante
Somente meu inverno...
E longe do meu jardim
Perdi a brotação temporã

Tenho podado minha árvore
A cada dia um talho
Sem atalho e caminho
Entalho as minhas razões.

Cortei galhos inúteis
Eliminei frutos pecos
que não davam frutos
traziam apenas pesar...

Perdi muita seiva vital
Vi meus sulcos secarem
Restos servindo ao fogo
Caiam pedaços de mim

Mas em minha raiz profunda
a esperança floresce
Agora renovado e mais leve
Teimo em renascer todo dia.


OZEAS CB RAMOS
BLOG RASCUNHO1966
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966
.
SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.

2 comentários:


SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.
Aproveite e veja também outras postagens desse BLOG.
Obrigado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...