sábado, 21 de junho de 2014

A ADIADA ENCHENTE - MIA COUTO

A ADIADA ENCHENTE - MIA COUTO

Velho, não.
Entardecido, talvez.
Antigo, sim.

Me tornei antigo
porque a vida,
tantas vezes, se demorou.
E eu a esperei
como um rio aguarda a cheia.


Toda a vida acreditei:
amor é os dois se duplicarem em UM.
Mas hoje sinto: ser um é ainda muito.
De mais.
Ambiciono, sim, ser o múltiplo de nada,
Ninguém no plural.

- Ninguéns. -

segunda-feira, 16 de junho de 2014

IMPORTANTE




São mais de 400 poemas...
Chegou até aqui... Antes de ir
Deixe um comentário!

SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.
.



domingo, 15 de junho de 2014

UM NOVO OLHAR


Os anos passam implacáveis
a vida e pensamentos passam.
Nós seguimos pelos anos
vendo o outro de uma maneira...
E tornamos peculiar esse olhar.
De repente,
mudamos o olhar
e tudo muda
a vida muda em um olhar
basta um novo olhar...
É quando o outro ganha cores!

OZEAS CB RAMOS
BLOG RASCUNHO1966
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966
.
SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.

sábado, 14 de junho de 2014

SEXTA-FEIRA 13, LUA CHEIA E LINDA



SEXTA-FEIRA 13, LUA CHEIA E LINDA

Ontem, após tantas conversas, tantos assuntos, uma pessoa perguntou-me:
− Você já viu a lua hoje? Que lua linda!
Caía aquela chuva fina, chata, constante, que vem de nuvens encobrindo todo o céu. Assim eu nem me abalei para sair e apreciar a tal lua cheia. Não haveria como fazê-lo.
Mais tarde, ela a chuva, quando bem quis cessou e eu me esqueci de ir lá fora descobrir qual encanto ela trazia para a noite de sexta-feira 13... Sexta-feira 13?
Eu não havia percebido essa data. Embora para mim, o número 13 não traga nenhum significado oculto, ulterior, transcendente de qualquer natureza. Um número e um dia comum a tantos outros que já vivi nesses quarenta e oito anos e quase cinco meses (pqp pra que essa precisão???)
De mais importante para notar, o fato de ser um dia após abertura da Copa do mundo e do dia dos namorados. Dos namorados e eu aqui sozinho esperando a chuva passar... e tendo quem mostrasse a lua em seu esplendor! Pularei essa parte cruel da estória.
Por circunstâncias outras eu não dormi (foi necessário) e pouco depois das 2 horas da madrugada eu tive que sair. E qual não foi a minha surpresa?
Uma lua maravilhosamente cheia! Perfeita! Linda em todo o seu esplendor!
Olhava-me com uma cara de quem cobrava a demora em ir vê-la. Somente ontem eu dei razão a ela enquanto ali, em pé, no sereno gostoso de uma madrugada outonal em Simões Filho, eu a admirava solitário.
Ela não pareceu concordar com minha solidão, uma vez que estava ali me fazendo deliciosa companhia. E mais uma vez eu aquiesci.
Somente mais tarde, já estando no centro da cidade é que eu entendi, como quem descortina seu próprio olhar. Quem esteve solitária em busca de outro olhar era a lua. Ela mesma.
E para minha sorte, ela soube esperar por mim, esperar o meu olhar.
A noite findou com a propriedade do inverno do mês de junho. Uma neblina densa tomou conta trazendo um frio particular.

Ainda agora, gravado em minha mente, eu vejo com nitidez o brilho da lua cheia! Ela ainda brilha em mim...

OZEAS CB RAMOS
BLOG RASCUNHO1966
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966
.
SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.

MANOEL DE BARROS



“A poesia está guadarda nas palavras - é tudo que 
eu sei. 
Meu fado é o de não saber quase tudo. 
Sobre o nada eu tenho profundidades. 
Não tenho conexões com a realidade. 
Poderoso para mim não é aquele que descobre ouro. 
Para mim poderoso é aquele que descobre as 
insignificâncias (do mundo e as nossa). 
Por essa pequena sentença me elogiaram de imbecil. 
Fiquei emocionado. 
Sou fraco para elogios.”


MANOEL DE BARROS

sexta-feira, 13 de junho de 2014

ALTO PREÇO



A felicidade cobra um alto preço.
A infelicidade também.
Poucos aceitam pagar.
A maioria não percebe que para ser feliz é preciso arriscar-se.

.
.

OZEAS CB RAMOS

BLOG RASCUNHO1966
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966
.
SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.

CHINFRIM



Pensando na festa de abertura da copa...

CHINFRIM

No país da festa do boi-bumbá e do carnaval... trazer uma belga para coreografar e apresentar nossa cultura foi um equívoco. Ela não conseguiu, na minha opinião, demonstrar nossa alegria e diversidades.
Para ser cordial com a moça, ela foi minimalista!
A impressão só não foi pior porque estava com algumas taças de vinho na veia.

Rumo ao HEXA Brasil

1958 - falta saúde
1962 - falta educação
1970 - falta segurança
1994 - falta habitação
2002 - falta legado

2014 - sobra corrupção



OZEAS CB RAMOS
BLOG RASCUNHO1966
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966

SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.

quarta-feira, 11 de junho de 2014

MAIS IMPORTANTE



OZEAS CB RAMOS
BLOG RASCUNHO1966
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966
.
SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.

DESCAMINHOS



Há tantos descaminhos em nosso caminhar
que perder-se deveria parecer normal
mesmo quando se sabe aonde quer chegar.
Os únicos cuidados para todo caminheiro são:
não perder-se de si mesmo
e não permitir perder os sonhos.

São eles que nos recolocam na trilha, no “caminho certo”.
.
.
OZEAS CB RAMOS
BLOG RASCUNHO1966
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966
.
.
SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.

terça-feira, 10 de junho de 2014

FALTO



FALTO

Não falta inspiração
Onde sobram poesias
Do que ando falto
É de verdades e coragem.


OZEAS CB RAMOS
BLOG RASCUNHO1966
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966
.
.
SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.

segunda-feira, 9 de junho de 2014

SORVETE DE CÉU



SORVETE DE CÉU

Eu quero um sorvete de céu cintilante
Com cobertura de novas estrelas
Duas ou três cadentes
E no meio uma lua cheia
Com o mesmo brilho
Que só encontro em teus olhos.


.

.

OZEAS CB RAMOS
BLOG RASCUNHO1966
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966
.
.
SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.

sábado, 7 de junho de 2014

HINO NACIONAL



No domingo a "rede grobu" vai sacanear uma meia dúzia colocando pessoas para cantarem o Hino Nacional.
Como se a maioria soubesse essa complicada letra.
Imagine a situação:
Sozinho e como uma câmera filmando... Quem é que consegue?

Segue abaixo dicas encontradas no http://pt.wikipedia.org/wiki/Hino_Nacional_Brasileiro

Eis o significado dos termos usados na letra do Hino:
Margens plácidas - "Plácida" significa serena, calma.

Ipiranga - É o riacho junto ao qual D. Pedro I proclamou a independência.

Brado retumbante - Grito forte que provoca eco.

Penhor - Usado de maneira metafórica (figurada). "penhor desta igualdade" é a garantia, a segurança de que haverá liberdade.

Imagem do Cruzeiro resplandece - O "Cruzeiro" é a constelação do Cruzeiro do Sul que resplandece (brilha) no céu.

Impávido colosso - "Colosso" é o nome de uma estátua de enormes dimensões. Estar "impávido" é estar tranquilo, calmo.

Mãe gentil - A "mãe gentil" é a pátria. Um país que ama e defende os "filhos" (os brasileiros) como qualquer mãe.

Fulguras - do verbo fulgurar (reluzir, brilhar).

Florão - "Florão" é um ornato em forma de flor usado nas abóbadas de construções grandiosas. O Brasil seria o ponto mais importante e vistoso da América.

Garrida - Enfeitada. Que chama a atenção pela beleza.

Lábaro - Sinônimo de bandeira. "Lábaro" era um antigo estandarte usado pelos romanos.

Clava forte - Clava é um grande porrete, usado no combate corpo-a-corpo. No verso, significa mobilizar um exército, entrar em guerra.

POEMA DA DESPEDIDA - MIA COUTO

POEMA DA DESPEDIDA - MIA COUTO


Não saberei nunca
dizer adeus

Afinal,
só os mortos sabem morrer

Resta ainda tudo,
só nós não podemos ser

Talvez o amor,
neste tempo,
seja ainda cedo

Não é este sossego
que eu queria,
este exílio de tudo,
esta solidão de todos

Agora
não resta de mim
o que seja meu
e quando tento
o magro invento de um sonho
todo o inferno me vem à boca

Nenhuma palavra
alcança o mundo, eu sei
Ainda assim,
escrevo.

sexta-feira, 6 de junho de 2014

COMO LAÇO, TEU ABRAÇO



COMO LAÇO, TEU ABRAÇO

Teu laço não prende
Encanta sem nó...
Ou sou eu que me enlaço
Fingindo não ver?

É como teu abraço no regaço
Que prende sem dó...
Ou sou eu que me arregaço
Simulando o não querer?

Pois eis que serpeias mansinho
Quando sussurras ao piano
E cintilas a tua doce melodia
De amores, de amor...

Ou sou eu?
.
.
OZEAS CB RAMOS
BLOG RASCUNHO1966
www.rascunho1966.blogspot.com.br
www.facebook.com/rascunho1966
.
.
SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...