domingo, 10 de março de 2013

TODO PROSA

A rede está vazia porque fui ali...

 TODO PROSA

Amei amores e desejei amores.
Fiz amigos para toda minha vida.
Arrumei inimigos que passarão.
Em meu caminhar deixei pedras.
Cometi desatinos sem limite.
Delirei delírios mil.
Fiz viagens a muitos lugares,
E a lugar algum.
Conheci loucuras alheias
Morei com a solidão.
Chorei lágrimas sem fim.
Solidifiquei minhas chatices.
Desprezei a fé!
Contei e ouvi muitas estórias.
Cheirei flores, senti perfumes.
Plantei arvores cujos frutos não delicio.
Construí casas que não me abrigam.
Destruí casas que guardo os entulhos.
Tive filhos. Três naturezas singulares.
Construo aqui um sonho, novo sonho:
Publicar um livro.
Por isso estou todo prosa.
Porque trago versos.
Gabolices em versal.
Agora é com você vida.
Por mim, estou pronto!
Para gozar meu sonho,
Ou para seguir contigo
No caminho sem volta!

OZEAS RAMOS

Nenhum comentário:

Postar um comentário


SUA OPINIÃO É MUITO IMPORTANTE.
COMENTE - DEIXE SUA CRÍTICA, ELOGIO OU SUGESTÃO.
Aproveite e veja também outras postagens desse BLOG.
Obrigado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...